Líder ucraniano diz que Kiev 'não é contra' referendo

O presidente interino da Ucrânia, Oleksander Turchinov, disse nesta segunda-feira que o governo de Kiev "não é contra" a realização de um referendo sobre o tipo de Estado que a Ucrânia deve ser, e acrescentou ter certeza de que a votação confirmaria o desejo da maioria por uma nação unida e independente.

Reuters

14 Abril 2014 | 07h25

A realização de um referendo é uma das demandas dos rebeldes separatistas no leste da Ucrânia.

Turchinov, em discurso a um comitê do Parlamento transmitido pela TV, disse ainda que a eventual votação aconteceria junto com a eleição presidencial em 25 de maio.

Ele acrescentou que uma operação "antiterrorismo" envolvendo o Exército vai ser iniciada no leste da Ucrânia, a menos que os rebeldes abaixem as armas, e que a região de Donbass "em breve será estabilizada".

(Reportagem de Natalia Zinets)

Mais conteúdo sobre:
UCRANIA REFERENDO LIDER NAOECONTRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.