Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Líderes do DEM buscam unidade para manter Kassab na legenda

Em busca de uma solução que resulte em unidade ao partido, líderes do Democratas reuniram-se nesta segunda-feira em São Paulo para a definição do candidato que disputará a presidência da legenda em 15 de março.

REUTERS

14 de fevereiro de 2011 | 20h40

Estão colocados os nomes do senador Agripino Maia (RN) e do ex-senador Marco Maciel (PE) para substituir o atual presidente da sigla, deputado Rodrigo Maia (RJ).

"Estamos em busca de uma chapa de unidade que, na minha opinião, pode ser com Agripino ou Maciel. Qualquer um dos dois tem condição de presidir o partido com autenticidade partidária para unir a todos", disse à Reuters Jorge Bornhausen, ex-presidente do DEM, que participou do almoço com os dois pretendentes.

Permeia a mudança a movimentação do prefeito Gilberto Kassab (SP), que ameaça deixar o DEM --segundo maior partido de oposição e aliado do PSDB. O partido vem perdendo espaço nas últimas eleições.

Kassab, que não participou do almoço desta segunda, está em busca de mais espaço político, o que inclui se candidatar ao governo paulista em 2014.

Uma candidatura de consenso à direção do DEM teria que levar em conta as pretensões do prefeito, cuja saída enfraqueceria a legenda. Vitrine do DEM, Kassab dialoga com outras siglas e pode também fundar um novo partido, segundo se noticia, levando junto seus correligionários.

Apesar da prudência, Bornhausen, líder tradicional do DEM e aliado de Kassab, tenderia a apoiar Maciel, uma vez que Agripino atuaria no mesmo grupo de Rodrigo Maia. O almoço desta segunda teria servido para que Agripino conquistasse o apoio de Bornhausen e, consequentemente, de Kassab.

Na terça-feira, em Brasília, haverá uma reunião, com a presença de Agripino, que pode se decisiva.

Entre os escalados para participar do encontro está o deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (BA), líder da bancada, que apoia a candidatura de Agripino. O deputado garantiu espaço a Kassab, quando o prefeito esteve em Brasília na semana passada.

Outros deputados que devem participar da reunião são Eduardo Sciarra (PR) e Indio da Costa (RJ), além do ex-deputado Roberto Brant (MG).

(Reportagem de Carmen Munari)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICADEMENCONTRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.