Liminar proíbe escola de frescobol em praia do ES

Liminar expedida na última sexta-feira pelo 1º Juizado Especial Cível de Vila Velha (ES) proibiu aulas de frescobol em um espaço localizado na Praia da Costa. O local onde funciona a escola fica em frente ao prédio onde vive o juiz Fernando Estevam Bravin Ruy. No dia 7 de fevereiro, Ruy entrou com uma ação para limitar as atividades da escola sob a justificativa de que ela prejudicava o sono de seu filho de pouco mais de um ano.

EQUIPE AE, Agência Estado

14 de fevereiro de 2011 | 17h28

A liminar não proíbe a prática da atividade na praia, apenas suspende o funcionamento da escola, que segundo consta na ação funcionava das 6 horas às 23 horas. Sérgio Ricardo de Souza, presidente da associação dos magistrados, comentou que o juiz entrou com a ação como cidadão. Ele não soube informar se a escola tinha autorização para funcionar no local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.