Linha 3 do metrô de SP tem nova falha

Uma falha na tração de um trem às 17h55 perto da Estação Brás, na Linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo, fez as composições circularem com velocidade reduzida nesse ramal no fim da tarde desta quinta-feira, 6. Às 19h30, a situação havia sido normalizada, mas as estações continuavam cheias. Diversos passageiros reclamaram pelo Twitter de grande tempo de espera para conseguir embarcar nos trens em pleno horário de pico.

BRUNO RIBEIRO E CAIO DO VALLE, Agência Estado

06 de fevereiro de 2014 | 20h52

A ocorrência foi dois dias depois da paralisação que fechou dez das 18 estações da Linha 3-Vermelha por mais de cinco horas. Segundo alguns passageiros, levou-se até 20 minutos para conseguir embarcar em um trem. De acordo com o Sindicato dos Metroviários, a falha ocorreu no trem H67. A assessoria de imprensa do Metrô foi questionada, mas não confirmou esse dado.

Ainda segundo o sindicato, outro trem, o K07, também teve problemas na tração na região da Estação Sé. O Metrô soltou um comunicado informando que às 18h46 a Linha 3 estava em "processo de normalização". Na Estação Palmeiras-Barra Funda, havia controle de entrada dos passageiros. Uma pessoa relatou que o sistema de som pedia para os passageiros utilizarem o serviço da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que estava sobrecarregado.

O problema foi perto da Estação Brás. Um trem teve falhas na tração e teve que ir em velocidade reduzida até a parada, onde os passageiros desembarcaram. A situação começou às 17h55 e só foi "normalizada" (ou seja, o trem rebocado), segundo o Metrô, às 18h13. Contudo, ainda havia impacto na Linha 3 inteira. Até as 18h58, passageiros reclamavam da situação anormal da operação dos trens na Linha 3-Vermelha.

Tudo o que sabemos sobre:
PanemetrôSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.