Lobo-guará é capturado e tratado em Sorocaba-SP

Um lobo-guará, espécie ameaçada de extinção, foi capturado ontem pela Polícia Militar Ambiental de Itapetininga (SP). O animal, uma fêmea adulta, estava debilitado e rondava uma propriedade rural no município de Angatuba. Temendo que seus animais domésticos fossem atacados, o proprietário entrou em contato com a polícia.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

31 de outubro de 2011 | 18h23

Os policiais não tiveram dificuldade para capturar a loba, que estava magra e debilitada. Ela foi levada para o zoológico municipal de Sorocaba e recebe tratamento. De acordo com o médico veterinário Rodrigo Teixeira, a loba provavelmente estava à procura de alimento. "Isso é resultado do desequilíbrio ambiental, pois animais silvestres só se aproximam das casas se estão famintos e não conseguem alimentos em seu habitat".

Durante o check-up, o veterinário constatou que o canídeo estava com otite causada por uma "bicheira" na orelha. O animal será enviado para exames em laboratório da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Botucatu. O objetivo é recuperá-lo com rapidez para que seja devolvido à natureza. Ao ser solta, a loba deve receber um microchip. "Assim tentaremos mapear seu habitat", disse.

De acordo com Teixeira, três desses animais que estão no zoológico foram capturados na mesma circunstância. "Isso quer dizer que estão mexendo no habitat dessa espécie". Nos dois últimos meses, o zoológico recebeu ainda um filhote de onça-pintada e um tamanduá-bandeira, apreendidos na mesma região. Na semana passada, um jacaré-de-papo-amarelo foi capturado no interior de uma casa, em Itapetininga. "Há muita cana, eucalipto e condomínio e os animais estão ficando sem espaço para viver", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.