Londres 2012: Derrota põe fim a sonho de final brasileira no vôlei de praia

Emanuel e Alison vencem e podem garantir no mínimo a prata já na terça-feira; Ricardo e Pedro são eliminados.

Daniel Gallas, BBC

06 de agosto de 2012 | 19h39

O vôlei de praia não terá uma final totalmente brasileira em Londres 2012, como sonhavam as duplas Emanuel e Alison e Ricardo e Pedro Cunha. Os dois primeiros conseguiram vencer nas quartas-de-final disputadas nesta segunda-feira, mas Ricardo e Pedro foram derrotados e eliminados do torneio.

Emanuel e Alison derrotaram a dupla polonesa Fijalek e Prudel por 2 sets a 1. Mais tarde, Ricardo e Pedro Cunha foram derrotados pelos alemães Brink e Reckermann por 2 sets a 0.

A dupla brasileira que segue no torneio jogará as semifinais contra o par da Letônia já terça-feira, podendo garantir no mínimo uma prata, em caso de vitória.

No mesmo dia, Juliana e Larissa - as remanescentes do Brasil no torneio feminino - também jogam a semifinal contra as americanas Ross e Kessy.

Match point para poloneses

Emanuel e Alison foram os primeiros a jogar no fim de tarde frio e chuvoso em Horse Guards Parade, uma das mais charmosas arenas montadas para os Jogos Olímpicos. Cercado pelo London Eye, pela torre do Big Ben e pelo parque de Saint James, o estádio de vôlei de praia fica a poucos metros do Palácio de Buckingham e de 10 Downing Street, o escritório do premiê britânico.

A dupla brasileira havia vencido todos os seus jogos na primeira fase e passado com facilidade pela dupla alemã Erdmann e Matysik nas oitavas de final.

Mas as quartas de final mostraram que o caminho brasileiro ao pódio será difícil. Emanuel e Alison venceram o equilibrado primeiro set contra os poloneses Fijalek e Prudel em 20 minutos por 25 a 17, mas perderam o segundo por 21 a 16. O drama maior ocorreu no último set, quando a dupla brasileira precisou salvar um match point, quando o jogo estava 14-13 para os poloneses.

Os europeus não conseguiram encerrar a partida e abriram espaço para a virada dos atuais campeões mundiais, que fecharam o set em 17-15.

Despedida

Ricardo e Pedro Cunha não haviam perdido nenhum set ainda até entrarem na arena para jogar contra alemães Brinck e Reckermann. No entanto, acabaram derrotados por 2 set a 0 e se despediram da competição.

Logo no começo, os alemães largaram na frente, abriram uma vantagem de cinco pontos e não deixaram os brasileiros sequer encostar no placar, fechando o primeiro set em 21-15.

No segundo set, brasileiros e alemães foram evoluindo juntos até 18 a 18. O set foi tenso e cheio de erro dos dois lados. Os alemães tiveram uma oportunidade de fechar o jogo, mas erraram o saque. No entanto, no segundo match point, eles não tiveram dificuldades em devolver o saque brasileiro e fechar o set em 21-19.

Ricardo, que é o jogador mais premiado da história do vôlei de praia, se despede de Londres 2012 sem conseguir subir ao pódio - o que havia feito nas últimas três Olimpíadas, onde obteve um ouro, uma prata e um bronze.

Outra surpresa da rodada foi a eliminação da dupla americana Gibb e Rosenthal pelos letões Plavins e Smedins. A dupla da Letônia vai enfrentar Emanuel e Alison na terça-feira, pelas semifinais.

Agora os Estados Unidos - atuais campeões olímpícos no vôlei de praia masculino - não têm mais nenhuma dupla no torneio, já que Dalhausser e Rogers (ouro em Pequim 2008) foram derrotados nas oitavas.

Vôlei x judô

O vôlei brasileiro - juntando as modalidades de praia e quadra - pode voltar a ultrapassar o judô como esporte olímpico mais premiado do país na história dos Jogos. As quatro medalhas vencidas pelos judocas brasileiros em Londres 2012 colocaram o judô no topo do quadro de medalhas brasileiro - com 19 no total.

Para o vôlei conseguir retomar a liderança, o Brasil terá que ganhar todas as quatro medalhas ainda em disputa. Além de Emanuel e Alison, o vôlei brasileiro ainda tem chances de medalhas na modalidade feminina de praia e nas duas competições de quadra.

Quatro pódios elevariam o número total de medalhas do vôlei brasileiro de 16 para 20.

A vela - que era o outro esporte brasileiro líder de medalhas antes de Londres 2012 - dificilmente conseguirá ganhar mais do que o bronze obtido por Robert Scheidt e Bruno Prada no fim de semana, e não deve mudar de posição no quadro geral dos esportes brasileiros - com 17 no total. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.