Londres 2012: Mísseis poderiam ser instalados em conjunto residencial

Moradores de edifício próximo ao Parque Olímpico receberam avisos sobre testes e possível instalação de mísseis antiaéreos.

BBC Brasil, BBC

29 Abril 2012 | 12h54

O Ministério da Defesa britânico avalia a possibilidade de instalar mísseis antiaéreos em conjuntos habitacionais de Londres para proteger contra eventuais atentados durante os Jogos Olímpicos deste ano, que acontecem na cidade entre julho e agosto.

Cerca de 700 moradores de um conjunto habitacional no leste de Londres, próximo ao Parque Olímpico, receberam folhetos explicando que o governo poderá instalar no edifício mísseis de alta velocidade.

Um porta-voz do ministério afirmou que ainda não se tomou uma decisão a respeito da instalação de sistemas de defesa em terra durante a Olimpíada.

Ainda assim, os avisos causaram apreensão entre os moradores. O jornalista Brian Wheelan, que mora no local, afirmou que os disparos dos mísseis "fariam chover fragmentos por todo o leste de Londres".

"Primeiro eu achei que era um trote. Não sei que objetivo poderiam ter com mísseis de alta velocidade em uma área tão densamente povoada", afirmou.

Wheelan, que diz ter visto soldados transportando caixas para o edifício, afirma que a administradora do prédio avisou sobre um teste na próxima semana, entre o dia 2 e o dia 7 de maio.

"Vão instalar mísseis no teto, bem acima de nosso apartamento, e além disso vão deixar policiais e militares de guarda na torre do edifício por meses", afirma.

Segundo ele, os folhetos informam que haverá militares e policiais presentes 24 horas por dia.

'Sem risco'

Os avisos do Ministério da Defesa afirmam que os mísseis não trazem nenhum risco para os moradores e que "só será autorizada sua utilização seguindo ordens específicas dos mais altos níveis de governo, em resposta a uma ameaça de segurança confirmada e extrema".

"Ter a presença das Forças Armadas e da polícia durante 24 horas por dia melhorará a segurança na região e não a transformará em um objetivo para terroristas", acrescenta o documento.

"O local foi escolhido porque está situado nas proximidades do Parque Olímpico e oferece uma excelente vista das áreas no entorno e do céu acima do Parque Olímpico. A parte superior da torre também proporciona um espaço plano, vazio e seguro para as operações", diz o folheto.

O site do Exército britânico na internet diz que o sistema de mísseis de alta velocidade "está desenhado para enfrentar ameaças de aeronaves de alta manobrabilidade, que podem voar a baixa altitude".

O míssil pode alcançar uma velocidade três vezes maior que a velocidade do som, usando "um sistema de projéteis em forma de tridente para permitir múltiplos impactos sobre o alvo".

Um porta-voz do Ministério da Defesa afirmou que "tal como se divulgou antes do Natal, poderiam ser instalados sistemas de defesa terra-ar como parte de um plano de segurança com múltiplo alcance para os Jogos Olímpicos, incluindo jatos e helicópteros, que protegerão os céus de Londres nesse período".

"Com base no conselho dos militares, identificamos vários locais e, em conjunto com nossos colegas da Polícia Metropolitana, estamos conversando com as autoridades municipais e proprietários de terrenos para contribuir com a redução do impacto de qualquer instalação temporária", afirmou. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.