Lucro da Cosan dispara a R$480,9 mi no 4o tri fiscal

A Cosan, maior grupo de açúcar e etanol do Brasil, fechou o quarto trimestre fiscal com lucro líquido de 480,9 milhões de reais, salto de 64 por cento em relação ao ganho de 294 milhões do mesmo período do ano anterior.

REUTERS

07 Junho 2011 | 09h13

Em todo o ano-safra 2010/2011, a companhia acumulou lucro líquido de 771,6 milhões de reais, queda de 26,8 por cento sobre o ganho de 1,054 bilhão de reais de igual período do ano anterior.

A geração de caixa medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) no quarto trimestre fiscal, encerrado em 31 de março, somou 1,057 bilhão de reais, avançando sobre os 646,1 milhões de reais da comparação anual. A margem, enquanto isso, passou de 14,7 para 22,9 por cento.

Para o ano fiscal de 2012, a companhia estima Ebitda entre 1,8 bilhão e 2,2 bilhões de reais, uma queda ante os 2,67 bilhões de reais de 2011. Já a expectativa de investimento é de entre 2 bilhões e 2,3 bilhões de reais após 2,5 bilhões aplicados no ano anterior.

A Cosan já havia informado no final de maio que registrou receita líquida para o período de 4,6 bilhões de reais, crescimento anual de 4,9 por cento.

As vendas de açúcar da empresa somaram 985,1 milhões de reais nos três últimos meses de 2010/2011, uma queda anual de 19 por cento. Enquanto isso, a comercialização de etanol foi 10,7 por cento superior no trimestre, alcançando 666,7 milhões de reais. No fechado do ano, as vendas de açúcar e álcool da companhia totalizaram, respectivamente, 3,8 bilhões e 2,2 bilhões de reais, aumentos de 14,1 e 26,1 por cento ano a ano.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Mais conteúdo sobre:
ENERGIA COSAN RESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.