Lucro da TELEMIG cresce para R$47,72 mi no 2o trimestre

A operadora de telefonia celular de Minas Gerais Telemig Celular anunciou nesta quinta-feira lucro líquido do segundo trimestre duas vezes e meia maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. Já a Amazônia Celular, do mesmo grupo da primeira, conseguiu reduzir prejuízo. As empresas são controladas pela holding TelPart que em maio anunciou estudar opções de desinvestimento nas operadoras, que são alvo agora de especulações do mercado sobre possível venda em breve. Na quarta-feira, as empresas informaram que adiariam a divulgação dos balanços para esta quinta-feira, após o fechamento dos mercados. A Telemig Celular teve lucro de 47,72 milhões de reais, sensível melhora diante do resultado positivo de 18,5 milhões de reais registrado no segundo trimestre de 2006. A Amazônia conseguiu reduzir prejuízo de 9,01 milhões de reais computado um ano antes para 4,67 milhões de reais no trimestre passado. As operadoras encerram o período de abril a junho com base de 4,83 milhões de clientes, 3,54 milhões da Telemig mais 1,29 milhão da Amazônia Celular, avanço em relação aos 4,65 milhões de usuários do segundo trimestre de 2006. A Telemig teve geração de caixa medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) de 127,85 milhões de reais, alta em relação aos 92,11 milhões de reais um ano antes. A margem ficou em 40,1 por cento ante 37,9 por cento no mesmo período de 2006. Já a Amazônia Celular contabilizou Ebitda de 28,87 milhões de reais, crescimento diante dos 19,94 milhões de reais do segundo trimestre do ano passado. A margem da operadora foi de 25,6 por cento contra 23,7 por cento na mesma comparação.

REUTERS

02 Agosto 2007 | 09h26

Mais conteúdo sobre:
NEGOCIOS TELECOM TELEMIGAMAZONIA RESULTS

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.