Lucro da Vivo dispara no 4o tri, para R$864,2 milhões

A Vivo, maior operadora celular do Brasil, anunciou nesta quinta-feira lucro líquido de 864,2 milhões de reais para o quarto trimestre, contra 203,3 milhões de reais um ano antes.

REUTERS

24 Fevereiro 2011 | 08h35

A média das estimativas de seis analistas obtidas pela Reuters apontava para lucro de 594 milhões de reais para a empresa no período.

No balanço, a Vivo afirma que o lucro trimestral quatro vezes maior que o registrado um ano antes deve-se a "melhor performance operacional, menores despesas com depreciação e melhor resultado financeiro".

A receita líquida totalizou 4,86 bilhões de reais nos três meses até dezembro, alta de 10,1 por cento na comparação anual.

A companhia, controlada pela espanhola Telefónica, terminou dezembro com 60,29 milhões de clientes, crescimento de 4,5 por cento sobre o final de setembro e de 16,5 por cento em 12 meses.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ficou em 1,677 bilhão de reais de outubro a dezembro, ante 1,387 bilhão de reais no mesmo período de 2009. A margem passou de 31,4 por cento para 34,5 por cento.

A Vivo anunciou que planeja investir 3,482 bilhões de reais em 2011, após 2,489 bilhões de reais desembolsados no ano passado.

A operadora móvel será incorporada pela Telesp, concessionária de telefonia fixa em São Paulo e também controlada pela Telefónica.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Mais conteúdo sobre:
TELECOM VIVO RESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.