Lucro do Santander cai pressionado por Espanha e América Latina

O Santander, maior banco da zona do euro, divulgou nesta quinta-feira uma queda de 26 por cento no lucro líquido do primeiro trimestre, pressionado pela desaceleração do crescimento em mercados sul-americanos e pela crise na Espanha.

Reuters

25 de abril de 2013 | 07h18

O banco, que conta com a América do Sul para obter cerca de metade de seu lucro, teve resultado abaixo do esperado por analistas com empréstimos na Europa continental encolhendo e juros menores corroendo margens.

O lucro da instituição no trimestre somou 1,21 bilhão de euros, abaixo da expectativa média de analistas de resultado positivo de 1,3 bilhão. Na América Latina, o lucro líquido caiu 18 por cento, enquanto na Grã-Bretanha houve queda de quase 25 por cento.

O banco teve forte crescimento na carteira de crédito em alguns países sul-americanos como o México, mas no Brasil ficou praticamente estável sobre um ano antes.

(Por Sarah White)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSSANTANDERRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.