Lucro líquido da BM&FBovespa recua 27% no 4o tri

A BM&FBovespa anunciou nesta terça-feira que seu lucro líquido foi de 191,1 milhões de reais no quarto trimestre, 27 por cento abaixo do resultado do mesmo período de 2010.

REUTERS

14 de fevereiro de 2012 | 20h57

A média das previsões de cinco analistas consultados pela Reuters apontava para uma queda de 5,9 por cento do lucro líquido nos últimos três meses do ano, na comparação anual, em meio à queda nos volumes de negócios com ações.

A empresa fechou 2011 com lucro líquido de 1,048 bilhão de reais, queda de 8,4 por cento em relação ao ano anterior.

Segundo a companhia, a queda no período em 2011 foi resultante da "estabilidade da receita e do aumento das despesas operacionais". A receita líquida da companhia caiu 0,4 por cento, para 471, 2 milhões de reais no trimestre.

No ano, a evolução foi de 0,3 por cento, para 1,904 bilhão de reais. O segmento BM&F cresceu 5,3 por cento e "outras receitas", segundo a empresa, aumentaram 15 por cento, mas foram neutralizados pela queda de 8,1 por cento no segmento Bovespa.

As despesas da companhia cresceram 28,9 por cento em 2011, na comparação anual. "É importante destacar que essa comparação fica distorcida por conta da transferência da gestão do Fundo de Garantia para a BSM, que totalizou 92,3 milhões de reais", diz o relatório da companhia.

O Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) no período foi de 1,173 bilhão de reais, 11,4 por cento menor do que o resultado de 2010. Já nos três últimos meses do ano, houve um recuo de 33,1 por cento, ao alcançar 204,4 milhões de reais.

(Por Juliana Schincariol)

Tudo o que sabemos sobre:
FINANCASBMFBOVESPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.