Lucro líquido da Wilson Sons sobe 16% no trimestre

A operadora de serviços logísticos e marítimos Wilson Sons registrou lucro líquido de 10,1 milhões de dólares no quarto trimestre, crescimento de 16,2 por cento na comparação com os últimos três meses do ano anterior.

REUTERS

26 Março 2012 | 07h58

No ano, o lucro líquido caiu 47 por cento, para 37,3 milhões de dólares, por conta de flutuações cambiais, maiores custos de depreciação e amortização e pagamento de juros decorrente de crescimento da dívida para financiar a expansão da empresa.

"O temor e a agitação dos mercados financeiros globais durante o segundo semestre de 2011 produziu uma significante desvalorização do real frente ao dólar, gerando um impacto negativo no lucro líquido", informou a empresa no balanço.

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) avançou 39,7 por cento no quarto trimestre ante o mesmo período de 2010, totalizando 42,4 milhões de dólares. A margem no período passou de 19,1 para 24 por cento.

Já a receita líquida cresceu 11,1 por cento, a 176,8 milhões de dólares. No fechado do ano, a receita somou recorde de 698 milhões de dólares, alta de 21,3 por cento sobre o ano anterior.

Os investimentos da Wilson Sons no ano foram de 262,9 milhões de dólares, crescimento de 57,7 por cento sobre 2010, grande parte referente aos projetos de expansão do Tecon Salvador e Estaleiro Guarujá II, além renovação e expansão da frota de offshore e rebocagem.

(Por Sérgio Spagnuolo)

Mais conteúdo sobre:
TRANSPORTES WILSONSONS RESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.