Lula comemora aumento de alunos em olimpíada escolar

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comemorou hoje, em discurso na entrega dos prêmios da primeira edição das Olimpíadas da Língua Portuguesa, o fato de estar aumentando o número de participantes a cada etapa das Olimpíadas da Matemática apesar das críticas iniciais contra a iniciativa e de uma decisão em que a Justiça Eleitoral proibiu, em 2006, os cartazes de divulgação do concurso. O número de participantes aumentou de 10 milhões em 2004, para 14 milhões em 2006 e para 18 milhões este ano."Estou de alma lavada", afirmou o presidente. O veto da Justiça Eleitoral, em 2006, ocorreu porque era ano eleitoral. Para as Olimpíadas da Língua Portuguesa, que estão sendo realizadas pela primeira vez e foram encerradas hoje, inscreveram-se 6 milhões de crianças de 55 mil escolas do País.O presidente anunciou que criará outras olimpíadas escolares, como a de Ciências e a de Física e também as de outras disciplinas. "Eu quero Olimpíadas de Ciências, de Física, até termos mais público participando das olimpíadas escolares do que do Brasileirão (Campeonato Brasileiro de futebol)", disse.A solenidade de encerramento das Olimpíadas da Língua Portuguesa foi realizada em um hotel de Brasília. O presidente também aproveitou para se solidarizar novamente com as vítimas das chuvas que atingiram parte de Santa Catarina e matou 114 pessoas, segundo a Defesa Civil do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.