Lula critica demora na entrega de notebook para escolas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou clara hoje a possibilidade de o País importar computadores para o projeto de doação do equipamento para escolas públicas. "Sou o maior defensor da indústria nacional, mas podemos acabar importando (computadores)", afirmou ele, em discurso na solenidade de distribuição de 5,5 mil notebooks para alunos e professores do município de Piraí, no Rio de Janeiro. O presidente se queixou de que em 2007 o governo federal decidiu distribuir 350 mil computadores para escolas, mas ainda não conseguiu cumprir a promessa devido a problemas na licitação.

ADRIANA CHIARINI, Agencia Estado

31 Julho 2009 | 14h09

"A cada vez aparece alguém dizendo que a gente não pode", afirmou o presidente. O ministro de Educação, Fernando Haddad, também reclamou dos órgãos de controle em relação aos problemas de distribuição dos computadores. Piraí será o primeiro município do Brasil em que todos os alunos da rede municipal têm um computador portátil.

Mais conteúdo sobre:
educaçãocomputadoresLulaRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.