Lula diz que pedirá vitória de Dilma no aniversário de 2010

Ao completar 64 anos nesta terça-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que seu presente em 2010 será a continuidade de seu projeto de governo com a eleição da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) à Presidência.

REUTERS

27 de outubro de 2009 | 20h06

"(Quero) agradecer ter chegado inteiro aos 64 anos de idade, com família em harmonia, as coisas estão indo bem, e obviamente que a eleição da continuidade do programa que nós estamos exercendo é um presente que eu vou pedir no meu aniversário do ano que vem", declarou a jornalistas.

Ele afirmou ainda que está confiante que a economia terá crescimento no ano que vem.

"Não existe nada que a gente olhe à distância que possa causar qualquer problema ao crescimento econômico de 2010", disse.

"Até dia 31 de dezembro (deste ano) a economia brasileira vai muito bem. Já está certo que o Brasil já saiu da crise, estamos com a economia se consolidando", afirmou.

O presidente evitou estimar uma taxa de crescimento para 2010, citando previsões que vêm sendo feitas, entre 4,5 e 5,5 por cento.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICALULACRESCE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.