Lula e Chávez vêem riscos na crise mas se acham bem preparados

Os presidentes do Brasil e da Venezuela, Luiz Inácio Lula da Silva e Hugo Chávez, afirmaram nesta terça-feira que os dois países estão mais bem preparados para enfrentar a crise financeira internacional. Eles ponderaram, no entanto, que uma recessão da economia norte-americana pode afetar a América do Sul. "A crise é muito séria e tão profunda que ainda não sabemos o tamanho. Nós aqui (no Brasil) estamos em uma situação muito mais tranquila, mas não é que não corramos riscos", disse Lula a jornalistas depois de assinar acordos de cooperação com a Venezuela. "Temos tomado medidas nos últimos anos que têm nos dado maior nível de solidez...Nós temos corta-fogo", afirmou Chávez, que assim como Lula, reconheceu que nenhum país está imune às consequências da crise. (Reportagem de Fernando Exman)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.