Lula: esperança é a motivação de saída de Dilma do ministério

Em cerimônia de posse de novos ministros nesta quarta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou o desempenho dos dez integrantes do governo que deixam seus postos para concorrer às eleições.

REUTERS

31 de março de 2010 | 13h40

Para o futuro da pré-candidata Dilma Rousseff (PT), previu que ela será mais do que chefe da Casa Civil.

"Sua saída é um prejuízo para o país, mas a perspectiva é que você seja mais que a chefe da Casa Civil. A esperança é a motivação de sua saída", disse Lula, em discurso.

O presidente afirmou também que não existe ninguém insubstituível, "mas a Dilma foi extraordinária em articulação". Admitiu que ela é "dura" no trato com as pessoas, mas amenizou ao afirmar que esta é uma das estratégias que as mulheres se utilizam para exercer o poder.

Lula disse que conversará com os novos ministros na segunda-feira.

(Reportagem de Natuza Nery e Fernando Exman)

Mais conteúdo sobre:
POLITICALULAMINISTROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.