Lula, FHC e Pelé homenageiam o 'Estado' em vídeos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gravou mensagem em vídeo saudando o lançamento do Acervo Estadão, definido por ele como "uma iniciativa altamente democrática". Leitor do Estado desde que era líder sindical e impossibilitado de comparecer à cerimônia, Lula apareceu no telão do Auditório Ibirapuera, onde foi realizado o evento, enviando cumprimentos ao jornal.

O Estado de S.Paulo

25 Maio 2012 | 03h08

"O lançamento do Acervo Estadão, que disponibiliza 137 anos de história do Brasil registrada pelo jornal O Estado de S. Paulo para todos os brasileiros, é uma iniciativa altamente democrática", disse o ex-presidente. "É o reconhecimento do direito de todo cidadão brasileiro ter acesso à informação sobre o seu passado, de forma a construir o presente e projetar um futuro. Parabéns, Estado, pela bela iniciativa."

Sempre que conversa sobre como despontou no movimento sindical, nos anos 70, Lula lembra que foi o Estado quem cunhou o termo "novo sindicalismo" quando ele ainda não havia fundado o Partido dos Trabalhadores. Na mensagem divulgada ontem, o ex-presidente observou que o jornalismo é um compromisso não apenas com as gerações atuais, mas também com as futuras. "Os jornais do dia são parte da história de um país. Os jornais do passado contam a história de um país e de sua gente", comentou.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que encontrou no Estado, agora, um artigo que escreveu em 1957, aos 26 anos. "Poucos países têm a sorte de ter um jornal como O Estado de S. Paulo", disse o ex-presidente, em mensagem gravada especialmente para a cerimônia do Acervo Estadão.

Pelé, por sua vez, lembrou com carinho do fotógrafo do Estado Domício Pinheiro, que fazia cobertura do Santos e autor de fotos históricas do Rei. Tirou risos da plateia quando lembrou uma "cobrança": "Domício, você não vai me acompanhar até no banheiro, né?" Pelé encerrou o discurso gravado com uma revelação: "Fico feliz de fazer parte dessa história".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.