Lula: programa ataca déficit de moradias e cria empregos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira que o programa habitacional lançado pelo governo visa resolver o déficit de moradias do país e ao mesmo tempo combater os efeitos da crise global.

REUTERS

25 de março de 2009 | 13h10

"Este é um programa adicional, quase que emergencial, como resposta... (para) resolver problemas de moradia dos brasileiros e ao mesmo tempo para gerar muito emprego", disse Lula no lançamento do pacote no Itamaraty.

"O programa é arrojado", afirmou Lula a uma plateia de ministros, parlamentares, prefeitos e integrantes de movimentos sociais

O presidente procurou minimizar o cronograma de execução das obras, mas ressaltou que elas não podem demorar demais.

Além disso, Lula defendeu a criação de um comitê gestor do programa para detectar "em tempo real" os problemas que surgirem.

(Reportagem de Fernando Exman e Ana Nicolaci da Costa)

Tudo o que sabemos sobre:
CRISEMORADIASLULA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.