Lupi confirma novo mínimo de R$465, a partir de 1o de fevereiro

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, confirmou nesta sexta-feira que o novo salário mínimo será de 465 reais, com vigência a partir de 1o de fevereiro. O aumento real é de 6,39 por cento sobre o valor anterior, de 415 reais, segundo o ministro. Lupi acrescentou que o aumento real acumulado desde 2003, quando Luiz Inácio Lula da Silva assumiu a Presidência, é de 46,05 por cento. Pelos cálculos do ministro, 42,1 milhões de brasileiros serão beneficiados diretamente pelo reajuste, incluindo aposentados e pensionistas. Lupi estima que serão injetados na economia mais de 21 bilhões de reais a partir do reajuste e o impacto no Produto Interno Bruto (PIB) será de algo entre 0,1 e 0,2 ponto percentual. "Isso é um forte elemento de aquecimento da economia brasileira... É mais gente com dinheiro no bolso e isso representa mais consumo, mais venda, mais produção e mais emprego", afirmou a jornalistas. (Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.