Lynch, da Autonomy, defenderá contas da empresa em caso com HP

Mike Lynch, fundador da empresa de software Autonomy, vendida para a Hewlett-Packard no ano passado em um negócio manchado por acusações de fraude contábil, disse que defenderá as contas da companhia frente a investigadores federais dos Estados Unidos.

Reuters

28 Dezembro 2012 | 15h49

A HP confirmou, em um comunicado na noite de quinta-feira, que o Departamento de Justiça está investigando os registros da Autonomy.

A fabricante de computadores pessoais e impressoras adquiriu a companhia britânica por 11 bilhões de dólares em 2011, a fim de avançar no setor de software, que é mais rentável.

A Autonomy não entregou o crescimento esperado, resultando na saída de Lynch no começo deste ano.

Mas o mais grave aconteceu no mês passado, quanto a HP registrou uma baixa contábil de cerca de 5 bilhões de dólares do valor da empresa e acusou sua antiga administração de impropriedades contábeis que inflaram seu valor.

A empresa norte-americana disse que havia passado as informações de um informante para o Departamento de Justiça dos EUA, ao regulador de mercados SEC e ao Escritório de Fraudes Graves do Reino Unido.

"Em 21 de novembro, representantes do Departamento de Justiça dos EUA avisaram a HP que abriram uma investigação relacionada à Autonomy", disse a empresa no comunicado.

"A HP está cooperando com as três agências", complementou.

Lynch lançou uma veemente defesa de sua lisura quase imediatamente após a HP ter feito as acusações.

Ele disse não ter sido procurado por nenhuma autoridade regulatória, mas afirmou que vai cooperar com qualquer investigação e que aguarda a oportunidade de explicar seu posicionamento.

A HP se recusa a ceder sobre as demandas de Lynch por mais informações sobre as alegações.

"Embora o Sr. Lynch esteja ávido por um debate, acreditamos que o processo legal é o método correto para esclarecer os fatos e tomar ações em nome de nossos acionistas", disse a HP em resposta a uma carta aberta de Lynch no mês passado.

(Por Paul Sandle)

Mais conteúdo sobre:
TECHHPAUTONOMY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.