Macacos em SP podem ter morrido de febre amarela

Secretaria de Saúde também suspeita que moradores estejam matando animais com medo da doença

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

12 de fevereiro de 2008 | 11h32

Dois macacos foram encontrados mortos entre sábado, 9, e segunda-feira, 11, na região de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, com suspeita de febre amarela. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, há inclusive a suspeita de que moradores estejam matando animais com medo da doença.   Um sagüi fêmea também foi encontrado na zona urbana, no bairro de Redentora, em São José do Rio Preto, na segunda-feira. Outro animal foi achado na zona rural de Ipiguá, próximo a Rio Preto, no último sábado, 9.   Segundo a Secretaria, exames foram encaminhados a um laboratório de São Paulo para analisar se a morte foi causada pela febre amarela. Os laudos devem sair em 20 dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.