Mackenzie diz que Enem é 'tendência irreversível'

A reitoria da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, afirmou que a adoção do Enem 2011 para preencher parte das vagas do próximo vestibular é "uma tendência irreversível".

ESTADÃO.EDU, O Estado de S.Paulo

14 Março 2012 | 03h03

Em nota, a instituição diz que o edital é "voltado para um público cada vez mais representativo de estudantes que prestam o Enem e querem aproveitá-lo para ingresso nas maiores e melhores universidades". O texto ressalta que cerca de metade das vagas ainda será oferecida pelo vestibular tradicional.

O centro acadêmico do curso de Direito do Mackenzie informou ter solicitado reunião com a decana da universidade para esclarecer o motivo da decisão. Segundo Rodrigo Rangel, estudante de 23 anos e presidente do CA, a dúvida é se a nova medida vai trazer benefício para os estudantes ou é "apenas uma decisão de mercado".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.