Macky Sall vence eleição presidencial no Senegal com 65,8%

Macky Sall venceu o segundo turno das eleições presidenciais no Senegal com 65,8 por cento dos votos, em um pleito considerado sem problemas e credível por observadores europeus nesta terça-feira. O atual presidente, Abdoulaye Wade, recebeu 34,2 por cento.

REUTERS

27 Março 2012 | 14h30

Os resultados lidos nesta terça-feira pelo presidente do Tribunal de Apelações, Demba Kandji, confirmaram a vitória de Sall sobre Wade, que reconheceu a derrota horas depois do fechamento das urnas no domingo.

Os resultados mostraram que Sall, apoiado por outros partidos de oposição, foi capaz de mais do que dobrar os seus 26,6 por cento obtidos no primeiro turno, enquanto que Wade permaneceu perto dos 34,8 por cento conquistados na primeira rodada do pleito.

Kandji disse que o comparecimento foi de cerca de 55 por cento dos mais de 5 milhões de eleitores registrados.

O chefe da missão de observação da União Europeia, Thijs Berman, que teve 90 observadores no Senegal, disse que a campanha e a eleição não apresentaram grandes problemas, exceto incidentes menores de compra de votos e uso de recursos estatais por ambas as partes.

"Isso é um dever porque a África não está mais na era dos golpes", disse.

O Conselho Constitucional, maior órgão legal do país, deve confirmar os resultados na sexta-feira, e a previsão é de que Sall tome posse na próxima terça-feira.

(Reportagem de Diadie Ba e Bate Felix)

Mais conteúdo sobre:
SENEGAL ELEICOES SALL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.