Madeleine: começa nova fase de interrogatórios

Polícia britânica interrogará amigos dos pais da menina, desaparecida em maio.

Da BBC Brasil, BBC

08 de abril de 2008 | 09h35

A polícia britânica está iniciando uma nova rodada de interrogatórios com os sete amigos dos pais de Madeleine McCann que estavam com o casal na noite em que a menina desapareceu. Policiais portugueses que investigam o caso viajaram para a Grã-Bretanha para estar presentes durante as sessões, mas não interrogarão diretamente as testemunhas. Madeleine, da cidade de Rothley, no condado de Leicestershire, desapareceu no dia 3 de maio do ano passado de um apartamento no Algarve, em Portugal, onde passava férias, poucos dias antes de seu quarto aniversário.Os pais, que negam qualquer envolvimento no desaparecimento da filha, foram formalmente declarados suspeitos pela polícia portuguesa.Eles não serão interrogados nesta terça-feira.Contato IndiretoO porta-voz do casal McCann, Clarence Mitchell, disse que os interrogatórios têm como objetivo eliminar discrepâncias na ordem dos eventos relatados à polícia portuguesa.Segundo o correspondente da BBC Steve Kingstone, Kate e Gerry McCann têm esperança de que esta fase da investigação poderia levar à suspensão do seu status de suspeitos no caso.A polícia portuguesa, chefiada por Paulo Rebelo, detetive de Lisboa que assumiu o caso em outubro, vai assistir aos interrogatórios.Os policiais submeteram suas perguntas de antemão ao Ministério do Interior britânico para que elas sejam colocadas às testemunhas pela polícia de Leicestershire.Há relatos de que a primeira interrogada será Jane Tanner, de 37 anos.Tanner disse aos policiais que na noite do desaparecimento de Madeleine viu um homem carregando uma criança nas imediações do apartamento onde a família estava hospedada.Os interrogatórios deverão ser concluídos até o final da semana.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.