Madrasta de Isabella chora no início do interrogatório

Começou às 16h25 o interrogatório de Anna Carolina Jatobá, cinco minutos após Alexandre Nardoni deixar o plenário. Logo no início da sessão, quando o juiz Maurício Fossen lia as acusações contra ela, a madrasta de Isabella caiu em prantos.

FABIANA MARCHEZI, GABRIEL PINHEIRO E GABRIEL VITURI, Agencia Estado

25 de março de 2010 | 17h21

Assim como Alexandre, Anna Carolina começou seu depoimento negando as acusações contra ela. A madrasta de Isabella ressaltou que tinha uma "boa relação" com a enteada, o que, segundo ela, era de conhecimento da mãe, Ana Carolina de Oliveira. A ré lembrou que na semana do crime a menina chegou a pedir a mãe para que ficasse com a madrasta.

Nervosa, Anna Carolina falava rápido e o juiz teve de pedir que relatasse os fatos pausadamente, com menos detalhes. A ré começou o depoimento sendo interrogada pelo juiz e, em seguida, será ouvida pela acusação e pela defesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.