Madrasta tenta matar enteado deficiente em Itu

Um menino de seis anos, portador de deficiência, foi agredido com golpes de martelo na cabeça pela madrasta ontem em Itu. Ele sofreu traumatismo craniano e permanece internado, em estado grave, num hospital da cidade.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agencia Estado

07 Dezembro 2009 | 15h36

De acordo com a Polícia Civil, a criança estava dormindo quando a madrasta o atacou. Depois de golpeá-lo, ela o enrolou num edredom e pediu ajuda a vizinhos, alegando que tinha sido vítima de um assalto. O pai do menino estava viajando.

A versão de que um casal entrou na casa e agrediu seu enteado foi desmontada pelos policiais. A mulher, que não teve o nome divulgado, foi presa em flagrante e levada para a Cadeia Feminina de Votorantim. Ela vai responder pelo crime de tentativa de homicídio.

Mais conteúdo sobre:
Itu criança deficiente madrasta

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.