Mãe e filho ficam soterrados após chuvas em Salvador

Bombeiros procuravam mulher de 22 anos e bebê de 1 ano e 3 meses; três pessoas foram resgatadas com ferimentos leves

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

17 de junho de 2013 | 14h06

SALVADOR - Cinco pessoas de uma família ficaram feridas depois que a casa em que estavam, no bairro periférico de Fazenda Grande do Retiro, em Salvador, foi destruída por um deslizamento de terra, na manhã desta segunda-feira. Duas pessoas, uma mulher de 22 anos e seu filho, de 1 ano e 3 meses, ainda estariam sob os escombros. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil tentam resgatar as vítimas no início desta tarde.

Segundo informações dos Bombeiros, o deslizamento ocorreu pouco antes das 8 horas, quando os moradores do imóvel se preparavam para sair. Vizinhos da casa ajudaram a retirar três pessoas do local, com ferimentos leves.

A forte chuva que atinge a cidade desde a noite de domingo, 16, causa muitos transtornos. Algumas das principais vias da cidade, como a Avenida Paralela, a mais movimentada de Salvador, tiveram trechos interditados por alagamentos. Um deslizamento de terra fechou, nesse domingo, a Avenida Contorno, uma das principais ligações entre as Cidades Alta e Baixa. Parte do trânsito foi liberada no fim da manhã desta segunda, mas as vias que levam ao centro estão congestionadas.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu, entre a manhã de domingo e a de segunda-feira, em Salvador, 61,8 milímetros e a média histórica de chuvas na cidade em junho, de 251 milímetros, já foi atingida.

Tudo o que sabemos sobre:
soterramentoSalvadormãebebê

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.