Mãe e filho morrem atropelados na BR-101 em SC

Um caminhão Volkswagen modelo 13130, do tipo caçamba, atropelo e matou, por volta das 19h de ontem, no km 362 da BR-101, em Sangão (SC), no sul catarinense, Alessandra de Oliveira Moura, 28 anos, e o filho dela, Ygor Felipe de Oliveira Souza, 10.

RICARDO VALOTA, Agência Estado

22 Março 2012 | 06h43

Também foi atropelada, mas sobreviveu, Silvana da Rosa Silvério, de 38 anos, amiga de Alessandra, que morreu no local. O garoto e Silvana foram encaminhados para o Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, cidade vizinha, onde a criança não resistiu. Silvana continua internada em estado grave. O socorro foi feito por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelos bombeiros de Jaguaruna.

As vítimas, todas moradoras de Sangão, caminhavam pela pista marginal da rodovia num trecho onde não tem acostamento - portanto ocupavam parte da faixa de rolamento - quando foram atingidas pelo caminhão, conduzido por Eloir Estevam, de 47 anos. O caminhoneiro não prestou socorro e foi para casa, que fica próximo do local, mas, ao passar mal, procurou o pronto-socorro da cidade.

Eloir não aparentava embriaguez segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Após concluírem o boletim de ocorrência, os policiais rodoviários encaminharão o documento para o Distrito Policial de Sangão, cujo delegado abrirá inquérito investigativo. O caminhoneiro foi liberado, mas poderá ser indiciado futuramente por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e omissão de socorro. Os corpos de mãe e filho foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Tubarão.

Mais conteúdo sobre:
atropelamentomãefilhoSC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.