Mãe entrega jovem acusado de matar médica em SP

Um adolescente de 14 anos foi levado pela própria mãe até policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) anteontem. Ele é suspeito de participar da tentativa de assalto que terminou com a morte da ginecologista Nadir Oyakawa, de 54 anos, em dezembro, no Rio Pequeno, zona oeste da capital paulista. Ele teria sido reconhecido por um parente da vítima como o autor do disparo.De acordo com a polícia, a mãe do garoto disse que acredita na inocência do rapaz, porém estava se sentindo pressionada por comentários de vizinhos e com a presença diária de viaturas no lugar onde mora, na Favela do Sapé, perto do local do crime. Por isso, preferiu entregar o filho, acreditando que ele ficará mais seguro sob os cuidados da Justiça.Segundo o delegado divisionário do DHPP, Marcos Carneiro, o garoto também foi reconhecido por outras testemunhas, mas nega ter cometido o assassinato. Carneiro disse que outra prova ?contundente? contra o menor é uma série de imagens feitas por câmeras de segurança perto do local do crime, em que ele aparece com uma arma na noite do crime. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.