Mãe que pôs veneno de carrapato em mamadeira é solta

A dona de casa Thaís Helena Ferreira, de 29 anos, acusada de colocar veneno de carrapato na mamadeira da própria filha, de três meses, em Sorocaba, conseguiu um habeas corpus na Justiça e foi libertada no final da tarde de ontem. A mulher, que estava presa desde a última terça-feira na Cadeia Feminina de Votorantim, vai responder em liberdade pelo crime de tentativa de homicídio. A defesa alegou que ela sofre de depressão pós-parto.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

26 de fevereiro de 2012 | 13h59

De acordo com o inquérito aberto pela Polícia Civil, o pai dava para a criança a mamadeira preparada pela mãe quando sentiu um cheiro forte no leite. Ao interpelar a mulher, ela contou que tinha colocado um pouco de carrapaticida na mamadeira para "acalmar" a criança. Levado para um hospital particular, o bebê foi submetido a um processo de desintoxicação e recebeu alta no dia seguinte. A criança continua com o pai. Ouvida no inquérito, a mãe alegou que tinha misturado o pesticida por engano. Um laudo confirmou a presença de substâncias tóxicas na mamadeira.

Tudo o que sabemos sobre:
venenomamadeiraenvenenamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.