Maestro John Neschling é demitido da Osesp

Por carta, assinada pelo presidente da Fundação do Conselho de Administração da Fundação Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o maestro John Neschling foi demitido da Osesp, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. A carta, publicada somente nesta quarta-feira, no site oficial da orquestra, tem data de 20 de janeiro. Neschling já havia comunicado, no ano passado, que só permaneceria à frente da orquestra até o fim de 2010. Mas, diz a carta de FHC, as declarações do maestro ao jornal "O Estado de S. Paulo", em entrevista publicado no dia 9 de dezembro, repercutiu negativamente entre a administração e entre os músicos da fundação, provocando uma série de reuniões entre os integrantes do conselho até que a decisão pela demissão de Neschling, que será comunicado oficialmente de sua saída amanhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.