Magazine Luiza reverte prejuízo com lucro de R$9,7 mi no 4o tri

A Magazine Luiza fechou o quarto trimestre com lucro líquido de 9,7 milhões de reais, revertendo prejuízo de 16,9 milhões obtido no mesmo período do ano anterior, após concluir o processo de integração de lojas iniciado em 2011.

Reuters

27 de março de 2013 | 09h34

Segundo a varejista, o desempenho foi favorecido por crescimento de vendas, racionalização de despesas e melhor desempenho dos serviços financeiros (Luizacred).

No fechado de 2012, contudo, o resultado ficou negativo em 6,7 milhões de reais, impactado principalmente pelas despesas decorrentes do processo de integração das lojas Maia e do Baú, além de provisões para perdas com crédito e pelo processo de maturação de lojas novas.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, em inglês) somou 83,6 milhões de reais no quarto trimestre, alta anual de 59,3 por cento, com a margem subindo de 2,7 para 3,8 por cento.

A companhia apurou crescimento de vendas pelo conceito mesmas lojas --que considera aquelas em operação há pelo menos 12 meses-- de 11,9 por cento no último trimestre de 2012 e de 12,5 por cento no ano fechado.

A receita líquida, enquanto isso, somou 2,2 bilhões de reais entre outubro e dezembro, 14,4 por cento maior ano a ano. Em 2012, a receita líquida avançou 19,4 por cento, a 7,7 bilhões.

O destaque do ano ficou por conta do comércio eletrônico que, segundo a empresa, superou 1 bilhão de reais em vendas pela primeira vez no histórico da companhia, encerrando 2012 em 1,1 bilhão de reais, salto de 33,3 por cento.

Para este ano, a varejista afirmou esperar "crescimento de vendas conservador, com o objetivo de preservar margens em um ambiente mais competitivo".

A empresa planeja abrir entre 20 e 25 novas lojas neste ano, após fechar 14 unidades em janeiro de 2013.

Em bases mesmas lojas, o crescimento deve ser de um dígito alto para as lojas físicas e de entre 20 e 30 por cento no comércio eletrônico.

(Por Vivian Pereira)

Tudo o que sabemos sobre:
CONSUMOMAGAZINELUIZARESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.