Maioria dos docentes dá aula em apenas um local

A maioria dos professores brasileiros, tanto da rede pública quanto privada, trabalha apenas em um local - o que desmistifica a imagem do professor que dá aula em várias escolas e passa o dia se desdobrando entre turmas diferentes de alunos. Segundo a pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), feita com base nos dados da Pnad, elaborada pelo IBGE, 85% dos professores da rede privada têm apenas um emprego. Entre os professores da rede pública, o índice fica em 77%.

, O Estadao de S.Paulo

28 de novembro de 2009 | 00h00

O cenário é semelhante ao que foi traçado pelo Ministério da Educação (MEC) no Censo do Professor, elaborado pela primeira vez neste ano. O levantamento, divulgado em maio, mostrou que 80,9% dos docentes brasileiros trabalham em apenas uma escola, mais de 60% lecionam em um turno e quase 40% são responsáveis por somente uma turma. Apenas 3,2% deles trabalham em mais de três escolas.

No total, o País tem cerca de 1,8 milhão de professores no ensino básico (que inclui o ensino infantil, fundamental e médio). A discussão sobre a valorização da carreira ganhou força após a aprovação, no ano passado, do piso salarial do magistério - o primeiro piso de uma profissão definido por lei, que deverá entrar em vigor em 2010.

Em São Paulo, uma iniciativa da Secretaria de Estado da Educação associará pela primeira vez o reajuste salarial ao desempenho do professor em uma avaliação. Pelo modelo, a cada três anos o professor que não exceder um limite de faltas poderá se submeter a uma prova. Os mais bem avaliados terão 25% de aumento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.