Maioria dos paulistanos desaprova 'black blocs'

A maioria dos paulistanos, ou 95%, desaprova a atuação dos chamados "black blocs", segundo pesquisa do Datafolha. A pesquisa foi feita na sexta-feira, mesmo dia em que "black blocs" agrediram o coronel da Polícia Militar Reynaldo Simões Rossi durante uma manifestação do Movimento Passe Livre no centro de São Paulo.

DANIELLE CHAVES - DANIELLE.CHAVES@ESTADAO.COM, Agência Estado

27 Outubro 2013 | 11h05

Ente os jovens de 16 a 24 anos, 87% desaprovam as ações dos manifestantes que confrontam a polícia e provocam depredações, de acordo com reportagem do jornal Folha de S.Paulo. Entre os mais velhos, com 60 anos ou mais, a desaprovação chega a 98%.

O Datafolha também ouviu a opinião dos entrevistados sobre a atuação da PM. O grau de violência da polícia foi considerado adequado por 42% deles, enquanto outros 42% consideraram que a polícia se excedeu.

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULOBLACK BLOCS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.