Mais 21 reféns são libertados em Aracaju

Após 24 horas de negociação, os 476 presos do Complexo Penitenciário Advogado Antonio Jacinto Filho, em Aracaju, mantém cerca de 71 pessoas reféns no interior da unidade. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, às 14h31 desta segunda-feira, 16, foram libertados mais 21 reféns.

GHEISA LESSA, Agência Estado

16 Abril 2012 | 16h04

Entre as armas de fogo que os rebelados entregaram à polícia estavam duas escopetas calibre 12, duas pistolas taser, 25 munições e dois carregadores de pistola. Familiares e dois agentes prisionais continuam mantidos como reféns no Complexo Penitenciário, de acordo com a Pasta. Segundo o órgão, as negociações continuam e a polícia acredita que a rebelião possa ter fim ainda nesta segunda-feira.

A rebelião envolve 476 presos do complexo de segurança máxima, e começou durante o horário de visita, por volta das 15 horas de domingo. Segundo a secretaria, os presos reclamam de maus-tratos no interior dos presídios e reivindicam o afastamento do diretor do presídio e respeito com os visitantes, principalmente com as mulheres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.