Mais de 7 mil alunos ficam sem aula na Cidade de Deus

A Secretaria Municipal de Educação (SME) do Rio, informou que 7.068 alunos de 16 unidades escolares estão sem aulas nesta segunda-feira, 26, por causa da operação policial no local. As aulas foram suspensas porque alunos e professores não conseguiram chegar às escolas. Ainda segundo a SME, os profissionais não aderiram à greve das redes estadual e municipal, iniciada no último dia 12. Outras quatro escolas municipais e duas estaduais funcionam normalmente.

THAISE CONSTANCIO, Agência Estado

26 de maio de 2014 | 12h25

Operação

Policiais militares fazem uma operação na Cidade de Deus, zona oeste, desde o início da manhã desta segunda em busca de dois homens que atiraram contra a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local na noite desse domingo, 25. No ataque, o cabo Vinícius Salles Oliveira de Sá, de 28 anos, foi baleado no braço. Ele está internado no Hospital Central da Polícia Militar (HCPM), onde permanece em observação.

Após o ataque, um homem de fuzil entrou na UPA à procura do policial, enquanto outros três permaneceram dentro de um carro na frente da unidade hospitalar.

Na operação de hoje, que conta com o apoio de outras UPPs e do Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) das UPPs, os agentes procuram pelo traficante Luciano da Silva Teixeira, de 31 anos, conhecido como Sardinha.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaRJataqueUPP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.