Mais uma bolsa com dinheiro é achada em Sorocaba-SP

O guarda municipal Walbert Ferreira de Souza, de 42 anos, achou uma bolsa de mão com R$ 20 mil e a devolveu ao dono, o professor Sander Stancov Fonseca, de 30, quinta-feira, em Sorocaba (SP). É a segunda vez em menos de um mês que pessoas acham quantidade expressiva de dinheiro perdido na cidade a se dispõem a devolver o achado. No dia 5, a funcionária pública Luciana Aparecida Lisboa, de 41 anos, encontrou uma pasta com R$ 25 mil e, após procurar o dono, entregou tudo à polícia. Até agora o dono não apareceu.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

29 de junho de 2012 | 16h17

Souza estava de folga e ajudava a mulher, dona de um supermercado na Vila Progresso, zona norte da cidade, quando encontrou a bolsa de mão caída no banheiro do estabelecimento. Depois de indagar os funcionários sem descobrir a procedência do achado, ele entrou em contato com a central de comunicação da Guarda Civil Municipal e passou os dados dos documentos que estavam na pasta. A GCM localizou o professor que, nesta altura, já tinha notado que perdera a bolsa. Fonseca é da capital paulista e estava em Sorocaba para comprar um carro. "Eu estava entrando na concessionária quando dei pela falta e bateu aquele desespero".

Ele já retornava para os lugares por onde tinha passado quando recebeu a ligação da GCM. O professor chegou a pensar que não veria mais o dinheiro. "Se não estivesse nas mãos de gente honesta, era uma vez", disse. Com o salário que recebe, o guarda levaria um ano para acumular R$ 20 mil, mas ele disse que sequer cogitou ficar com o dinheiro. Embora essa também tenha sido a conduta da servidora que encontrou a pasta com R$ 25 mil, no início do mês, o achado virou um mistério para a polícia. A pasta, encontrada numa escadaria do prédio da Fazenda do Estado em Sorocaba, continha também documentos, mas nada que pudesse identificar o dono. Apesar de toda a divulgação feita, até esta sexta-feira a pessoa que perdeu o dinheiro não tinha se apresentado para reavê-lo.

Tudo o que sabemos sobre:
bolsadinheiroSorocaba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.