Manguezais do Pacífico ameaçados pela mudança climática

O aumento no nível do mar causado pela mudança climática poderia destruir metade dos manguezais em algumas ilhas do Pacífico, de acordo com um estudo realizado pelas Nações Unidas e divulgado nesta segunda-feira.Segundo o estudo, que analisou manguezais em 16 ilhas do Pacífico, o impacto poderia ser amplamente reduzido se as nações tomassem medidas para limitar o desenvolvimento costeiro, reduzir a poluição e recuperar os manguezais que foram destruídos ou degradados."Há uma necessidade urgente de ajudar comunidades vulneráveis a se adaptar ao aumento do nível do mar, que já está acontecendo", disse Achim Steiner, diretor executivo do Programa do Meio Ambiente das Nações Unidas.Os manguezais - arbustos ou árvores que crescem nas áreas litorâneas - mostraram fornecer uma importante proteção entre a água e o continente enquanto servem de viveiro para peixes e outros animais marinhos. Os habitantes das ilhas do Pacífico dependem dos manguezais para alimentação mas também extraem dali tinturas, que utilizam em tecidos e redes de pesca, de acordo com a ONU. Cerca de metade dos manguezais foi destruída ao redor do mundo, a maioria por causa do desenvolvimento e da poluição. Mas nos últimos anos, a mudança climática se apresentou como uma ameaça adicional, já que o aumento o nível do mar afundou os manguezais.Os manguezais no Pacífico, segundo as Nações Unidas, são especialmente vulneráveis, pois as ilhas do Pacífico não ficam a mais de quatro metros do nível do mar, e a maior parte do desenvolvimento econômico está concentrada no campo litorâneo.Até agora, o aumento no nível do mar no Vanuatu e em Papua Nova Guiné, no sudoeste do Pacífico, forçou centenas de habitantes a abandonar seus lares .O estudo da ONU descobriu que, em média, 13% dos manguezais no Pacífico seriam destruídos pelo aumento do nível do mar, com os piores danos na Samoa Americana, Fiji, Tuvalu e os Estados Federados da Micronésia.As Nações Unidas alertaram que a perda dos manguezais nessas ilhas vai "aumentar a ameaça à segurança humana e ao desenvolvimento entre o mar e o continente representada por erosões, enchentes e ondas de tempestades"."A perda dos manguezais também vai reduzir a qualidade da água no litoral e a biodiversidade e eliminar os viveiros de peixes", afirmou o relatório.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.