Manifestação anti-Ahmadinejad em Teerã é adiada, diz site

Uma manifestação programada para esta segunda-feira em Teerã por apoiadores do candidato presidencial derrotado Mirhossein Mousavi foi adiada, de acordo com uma manchete que foi exibida rapidamente no site de Mousavi na Internet.

REUTERS

15 Junho 2009 | 07h30

O site afirmou que o protesto, convocado para contestar o resultado oficial da eleição de sexta-feira no Irã, foi adiada após o Ministério do Interior ter negado uma autorização para que a manifestação fosse realizada nas ruas da capital.

"Devido à falta de permissão do Ministério do Interior, a manifestação de segunda-feira por parte dos apoiadores de Mousavi foi adiada", disse a manchete do site.

Não foi possível ler o texto completo do comunicado, e a manchete foi depois retirada do ar. O título disse que Mousavi estava contestando a decisão do Ministério do Interior.

Essa seria a terceira manifestação em dias consecutivos em Teerã, após a derrota de Mousavi para o presidente linha-dura Mahmoud Ahmadinejad. Mousavi entrou com um pedido na Justiça solicitando que o pleito seja anulado, citando irregularidades. A ação será julgada dentro de 10 dias.

Ahmadinejad e o Ministério do Interior negaram as acusações de irregularidades na eleição, e o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, pediu que o povo iraniano apóie Ahmadinejad.

Mais conteúdo sobre:
IRELEICAOPROTESTOADIADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.