Manifestação fecha Av. Rio Branco, no Rio

Um grupo de aproximadamente 500 pessoas acaba de fechar a Avenida Rio Branco em uma passeata que segue da Candelária para a Cinelândia, no centro do Rio. Os manifestantes gritam frases principalmente contra o governador do Rio, Sérgio Cabral Filho (PMDB), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) e a realização da Copa no Brasil em 2014. À frente da passeata, pessoas de preto e com rosto coberto, que se dizem integrantes de grupo anarquista. À medida que o grupo avança, lojistas fecham os estabelecimentos. Cerca de uma hora antes, aposentados e pensionistas já haviam realizado manifestação na mesma via, mas ocuparam apenas três das cinco pistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.