Manifestação por duplicação bloqueia 'Rodovia da Morte'

Cerca de 500 pessoas bloquearam hoje as duas pistas da BR 381, sentido BH-Vitória, próximo ao trevo de Itabira, a 60 quilômetros de Belo Horizonte, num protesto contra o grande número de acidentes na estrada conhecida como "Rodovia da Morte". Os manifestantes, moradores de inúmeras cidades, reivindicam a duplicação do trecho de 317 km entre a capital mineira e Governador Valadares.

IVANA MOREIRA, Agencia Estado

13 Agosto 2009 | 18h52

Durante o protesto, que teve início por volta das 2 horas, foi realizado um culto ecumênico em memória das vítimas de acidentes na rodovia. A duplicação do trecho beneficiaria cerca de 5,2 milhões de habitantes dos 46 municípios às margens da BR, entre eles Itabira, Ipatinga, Caeté, Coronel Fabriciano, João Monlevade, Timóteo, Ibirité e São Gonçalo do Rio Abaixo.

O trecho considerado mais crítico fica entre Belo Horizonte e Governador Valadares. Só neste trecho ocorreram, em 2008, 2.706 acidentes com 2.055 feridos e 138 mortos. Para o presidente da Câmara de Itabira, Neidson Freitas, um dos organizadores do movimento, esse tipo de manifestação é importante para mobilizar as autoridades e alertar os motoristas. "Precisamos protestar para que o DNIT comece a cumprir as promessas que vêm sendo feitas", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.