Manifestantes seguem acampados na Câmara de BH

Um grupo de manifestantes que ocupa a Câmara Municipal de Belo Horizonte decidiu permanecer no prédio após reunir-se com representantes do Executivo, nesta manhã. Eles pedem a presença do prefeito da capital mineira, Marcio Lacerda (PSB). Uma nova assembleia entre os manifestantes está agendada para esta tarde.

PORTAL ESTADAO.COM, Agência Estado

30 de junho de 2013 | 15h29

Ontem, a prefeitura informou que a redução no preço da passagem de ônibus será de R$ 0,10, o que resultará numa tarifa de R$ 2,70. O novo preço passa a valer nos próximos dias. Anteriormente, os vereadores da cidade haviam aprovado uma de redução menor, de apenas R$ 0,05.

Conforme o site da prefeitura de Belo Horizonte, a partir desta semana acontecerá uma série de reuniões para discutir mobilidade e transporte coletivo na cidade. O primeiro encontro, marcado para sexta-feira (5) será com o Fórum de Assuntos Estratégicos do Município, uma das principais instâncias de representação popular local.

A prefeitura de Belo Horizonte disse ainda que contratou uma auditoria externa para assessorá-la no levantamento de dados e informações necessárias para realizar a revisão contratual com as concessionárias do sistema de transporte coletivo.

Tudo o que sabemos sobre:
manifestaçõesBelo Horizonte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.