Manifesto contra conflito em Gaza reúne 5 mil em SP

Os protestos contra as ações militares de Israel na Faixa de Gaza chegaram a São Paulo. Cerca de cinco mil pessoas realizaram no início da tarde de hoje, na capital paulista, manifestação em defesa da paz. A passeata começou no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), na avenida Paulista, e terminou no Obelisco do Parque do Ibirapuera.O carro de som que abria a passeata exibia uma faixa com a Estrela de Davi, símbolo do judaísmo, ao lado de uma suástica nazista. Os manifestantes portavam faixas com pedidos de paz e de providências da ONU para pôr fim ao conflito.No percurso de quase três quilômetros, os participantes gritaram palavras de ordem contra o Estado israelense. A manifestação, apoiada por cerca de 100 entidades brasileiras, foi convocada pelo Comitê de Solidariedade ao Povo Palestino, formado por centrais sindicais, partidos políticos (PT, PCdoB, PCB, P-SOL, PSTU), entidades civis como a União Nacional de Estudantes (UNE) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), além de entidades árabes e islâmicas brasileiras, como a União Nacional de Entidades Islâmicas, a União dos Estudantes Muçulmanos no Brasil, a Federação das Associações Muçulmanas do Brasil, e a Sociedade Beneficente Muçulmana de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.