Mantega: empréstimo de US$10 bi ao FMI diversificará reservas

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou nesta terça-feira que o empréstimo de 10 bilhões de dólares do Brasil ao Fundo Monetário Internacional (FMI) será feito com a aquisição de bônus do organismo expressos em direitos especiais de saque.

REUTERS

10 Junho 2009 | 13h29

Em entrevista exclusiva à Reuters, mais cedo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já havia anunciado a decisão do país de contribuir com o FMI.

Segundo Mantega, na prática, o empréstimo ao Fundo será uma diversificação das aplicações das reservas internacionais do país.

(Reportagem de Isabel Versiani)

Mais conteúdo sobre:
MACROMANTEGAFMI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.