Manual prático da boa convivência com o alho

1. Na hora de escolher, observe a consistência da cabeça. O ideal é que ela esteja bem firme. Cabeças ou dentes chochos indicam que o alho é velho e já perdeu mais água do que deveria.

O Estado de S.Paulo

18 Julho 2013 | 03h04

2. Observe a cor dos dentes. Cor clara indica alho jovem. Coloração amarelada e película começando a enrugar são sinais de que vai estragar logo.

3. Confira o aspecto da cabeça de alho. Pó preto é indício de traça. Já dentes amarelados com manchas amarronzadas na casca são sinais de ácaro.

4. Não ponha alho na geladeira para não diminuir o aroma e o sabor. O ideal é guardá-lo em temperatura ambiente e longe da luz.

5. Alho processado (amassado com sal e comprado pronto), terá bem menos pungência que alho fresco, amassado na hora.

6. Quanto mais velho, mais pungente o alho fica, pois ao perder água, há uma maior concentração de ácido pirúvico.

7. Quando refogar alho e cebola, ponha o alho por último. Ele tem menos água que a cebola e vai cozinhar mais rápido.

8. Para tirar o cheiro de alho das mãos, basta deixá-las embaixo da torneira (sem esfregar) por 40 segundos cada. Em seguida, lave com sabonete. Não esfregue as mãos antes da lavagem: o alho é absorvido pela pele e o cheiro fica.

9. Ao usar alho cru, deixe para cortar ou picar pouco antes de servir, ou lave bem os pedaços para eliminar os compostos acres de enxofre.

10. Para disfarçar o hálito de alho cru, não há milagre. Mas comer alimentos frescos, como uma salada, salsinha, maçã, kiwi, ajuda bastante.

11. Para um aroma mais suave, refogue o alho na manteiga (leve-o ao fogo na frigideira ainda fria e desligue o fogo antes dele dourar), em vez de usar óleo ou azeite.

12. Para aumentar a pungência do alho, amasse-o no pilão ou pique-o finamente. Se for usá-lo cru, tire o germe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.