Marcha Mundial das Mulheres faz manifestação em SP

Mais cedo, o mesmo grupo invadiu um prédio abandonado na Praça João Mendes, no centro da capital

Gheisa Lessa, do estadão.com.br, atualizado às 20h04

08 Março 2012 | 14h47

SÃO PAULO -

Cerca de 600 integrantes de diversos movimentos de luta por moradia popular, entre eles a Marcha Mundial das Mulheres, fizeram uma manifestação, nesta quinta-feira, 8, na região central de São Paulo. O motivo do protesto seria por melhorias sociais e de direitos femininos, neste Dia Internacional da Mulher.

O grupo se concentrou na Praça da Luz e fez passeata até o Vale do Anhangabaú. De acordo com a Polícia Militar, que acompanhou toda a caminhada, o movimento foi pacífico e durou cerca de uma hora no meio da tarde. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) disse não ter informações sobre o protesto.

Mais cedo o mesmo grupo invadiu um prédio abandonado na Praça João Mendes, no centro da capital.Os manifestantes afirmaram que a ocupação seria temporária e duraria apenas o dia de hoje.

Mais conteúdo sobre:
mulheres Marcha Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.