Marcha para Jesus interditará ruas da zona norte de SP

CET vai promove desvios nas avenidas Tiradentes, Santos Dumont, Olavo Fontoura e Brás Leme

AE, Agencia Estado

22 de maio de 2008 | 08h28

Feriado não deve ser sinônimo de trânsito tranqüilo na capital paulista, ao menos no eixo Norte-Sul (avenidas Tiradentes e Santos Dumont) e na zona norte da cidade, nas imediações das avenidas Olavo Fontoura, Brás Leme e Praça Campo de Bagatelle. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai promover nesta quinta-feira, 22, em toda a região, uma série de interdições e desvios para a 16ª Marcha para Jesus, evento da Fundação Renascer e outras igrejas evangélicas. Os organizadores esperam a participação de 4 a 5 milhões de pessoas.     Veja também: Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua    A concentração para a marcha estava prevista para começar às 6h nas estações da Luz e Tiradentes do Metrô, no Centro. A partir das 10h, os participantes vão caminhar pelas avenidas Tiradentes e Santos Dumont até a Praça Campo de Bagatelle, na zona norte. Entre 14h e 20h, os evangélicos devem ocupar a Praça Campo de Bagatelle e parte da Avenida Santos Dumont, entre a Praça Heróis da FEB e a Rua Santa Eulália, onde haverá shows musicais.Na marcha, está prevista a participação de 20 trios elétricos e 34 bandas gospel. Pelo menos 600 caravanas devem vir de outras cidades e países, de ônibus. Para esses veículos, a CET reservou áreas de estacionamento no Bom Retiro, Pari e Santa Ifigênia. A companhia vai mobilizar 140 agentes de trânsito e 30 viaturas para orientação.O Vale do Anhangabaú, no Centro, também será palco, hoje, de interdições e desvios no trânsito. Ali ocorrerá outra manifestação evangélica, o Show da Fé, promovido pela Igreja Internacional da Graça de Deus, das 8h às 14h. As avenidas Rio Branco, do Estado, Ipiranga e ruas 25 de Março, Florêncio de Abreu e Consolação, entre outras vias, sofrerão interdições parciais para servir de estacionamento aos ônibus dos participantes.       As informações são do Jornal da Tarde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.