Márcio Victor sai direto do hospital para a avenida em Salvador

Menos de 20 horas depois de ser submetido a uma cirurgia de emergência para a retirada do apêndice, o cantor Márcio Victor surpreendeu os fãs ao iniciar a apresentação do bloco Inter, no Circuito Osmar. Mesmo com movimentos limitados - uma cadeira foi instalada no alto do trio para ele descansar entre uma música e outra -, o cantor, vocalista da banda Psirico, comanda o início do show.

TIAGO DÉCIMO, Estadão Conteúdo

15 Fevereiro 2015 | 19h05

Ao longo do percurso, ele vai contou com o apoio do cantor Léo Santana, ex-Parangolé, que havia sido convidado de última hora pelo bloco para substituí-lo. Léo teve de viajar as pressas de Minas Gerais, onde havia feito um show na noite anterior, para Salvador, para estar no desfile.

"Sou brasileiro, não desisto nunca", brincou Márcio Victor, em cima do trio, pouco antes de cair no choro ao perceber a reação dos foliões ao começo da música Firme e Forte (Chuá, Chuá). "É isso aí, vamos pular", vibrou o cantor. Em seguida, o vocalista puxou o hit Xenhenhém, uma das favoritas a receber o título de música do carnaval este ano - é dele, também, a música da folia de 2014, Lepo Lepo.

Cirurgia

Márcio Victor havia sido internado com dores abdominais na tarde de sábado, no Hospital Aliança, e foi submetido, à noite, a uma cirurgia de emergência para a retirada do apêndice. Pouco invasiva, a intervenção permitiu a rápida recuperação do artista, segundo a equipe médica que o atendeu. A agenda do cantor até o fim da folia, que prevê mais dois desfiles em trios e dois shows em camarotes até a terça-feira, ainda não foi confirmada por sua assessoria.

Mais conteúdo sobre:
carnaval Salvador Márcio Victor

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.